agosto 30, 2006




"Decide de uma vez por todas ser dono do teu destino.

decide de uma vez por todas ser dono da tua vida,
ser dono do teu rio, do teu caminho.

Sê senhor de ti mesmo.
e da tua alegria, e da esperança

Descobre a tua vocação
o teu objectivo supremo,
o teu 'mais alto desígnio'


e começarás a sentir o êxtase de uma vida inspirada
de uma vida que se gera a si própria,
que existe desde sempre,
que não acaba,
e que se encontra a si própria
numa confiança iluminada de existir.

Por fim,
quando à tardinha,
o sol descansa de nos aquecer,

quando as estrelas te pintam o firmamento
com sonhos, imagens, asas, sinais...

lembra-te sempre do que ficou para trás
do que a vida te ofereceu,
do que te foi dado oferecer,
da magia que te trouxe ao agora,
da esperança que desenterraste no outrora...

e o que tens pela frente
o que corre, mesmo à tua frente,
o que vislumbras ao longe na colina,
o que distingues no topo da montanha
em projectos, em sonhos, em ideias, em acções
em vida que anseia por despontar nos outros...
Mas que no fundo


não são nada comparado com o que existe dentro de ti."
Robin S. Sharma
in "O Monge que Vendeu o Seu Ferrari"

image: Peapod Design

1 Comments:

At 06 setembro, 2006 13:15, Blogger Joao said...

Quem nem só um dia tenha passado sem vermos a vida como um esplendor, como uma benção que refresca. Com a procura deste agarrar o nosso destino e descobrirmo-nos a nós mesmos só podemos ver a novidade e a unicidade das nossas vidas. E no fim, lembra-te de que "se não libertares o que tens dentro de ti, isso destruir-te-á!"

 

Enviar um comentário

<< Home